sexta-feira, 22 de abril de 2016

A IRA DE DEUS SOBRE O BRASIL

Minha tese para tanta decadência, corrupção e destruição
 


Por Alan Capriles

Primeiro foi a seca em São Paulo, depois a trágica morte do rio Doce, um dos principais rios do Brasil. Ao mesmo tempo vieram as pestes, uma depois da outra: o aumento da dengue, o surgimento da chikungunia, do zika vírus e do surto fora de época da gripe H1N1, cujos casos tem aumentado assustadoramente nos últimos dias. A microcefalia tem apavorado as mulheres grávidas e o número de bebês nascidos com essa terrível anomalia já passa de mil. Acrescente-se a isso uma turbulência política sem precedentes, com escândalos de corrupção que denegriram a nação, e a maior crise econômica de toda nossa história. Ah, esqueci de mencionar o vexame da nossa seleção de futebol na Copa do Mundo de 2014. Aqueles sete gols que sofremos talvez não tenham sido por acaso - e, na verdade, eles marcaram o início de uma estranha sequência de desgraças que têm assolado nosso país. 

O que está ocorrendo? Será tudo isso mera coincidência? 

Para os que não acreditam em Deus e não conhecem sua Palavra, minha tese parecerá tão estranha quanto absurda. Mas o fato é que toda essa negatividade que assombra nosso país começou paralelamente ao término da construção de um mega templo que, do ponto de vista judaico, é uma afronta ao Deus de Israel. 

Refiro-me ao chamado Templo de Salomão, cujas obras se iniciaram em 08 de agosto de 2010, com o significativo enterro de uma enorme Bíblia pelas mãos de Edir Macedo, bispo da Igreja Universal do Reino de Deus.[1] O evento foi notícia internacional, pois não se tratava apenas de mais uma catedral da IURD, mas de uma réplica do famoso templo que Salomão teria construído sob as diretrizes do próprio Deus. 

Ao saber do início das obras, um respeitado rabino judeu advertiu que mazelas recairiam sobre a nação que ousasse reconstruir o sagrado templo num local em que Deus não determinou. "Profetas advertiram que toda decadência e corrupção, toda destruição pode vir quando o Santo Templo não é construído no lugar que Deus escolheu como a cidade da sua habitação."[2]

Ora, o judeu que nos advertiu não é ninguém menos que Chaim Richman, diretor internacional do Instituto do Templo, a entidade israelita que pretende reconstruir o templo de Salomão em Jerusalém.[3] Sendo assim, não se trata de um leigo no assunto, mas de um judeu seriamente comprometido com sua fé.[4] 

Mas Edir Macedo não deu ouvidos a esta grave advertência e prosseguiu com o andamento das obras, que podiam ser acompanhadas ao vivo pela internet. Em 2013 foram colocadas as pedras vindas de Israel e, finalmente, no dia 31 de Julho de 2014, inaugurou-se o "Templo de Salomão" na capital de São Paulo. Para o espanto e indignação de muitos, participaram da cerimônia a presidente Dilma Rousseff, o vice Michel Temer, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista Fernando Haddad, além de outras autoridades.[5] 

A presença de políticos com tamanha envergadura não deve ser menosprezada. Se a construção deste templo já seria o bastante para desencadear o juízo de Deus sobre uma nação, imagine com a aprovação das maiores autoridades políticas do nosso país, que participaram de sua cerimônia inaugural! 

Não me admira que todos os políticos acima estejam agora sob investigação. A começar pela presidente Dilma Rousseff, que neste momento, no qual escrevo este artigo, sofre um pedido de impeachment e se viu traída por seu vice, Michel Temer, o qual também corre o risco de ter seu mandato cassado por suposto crime eleitoral na campanha da chapa que o elegeu. 

O fato é que, ao invés de bênçãos, a inauguração do Templo de Salomão da IURD coincidiu com esta época de grande decadência, corrupção e destruição em nosso país - exatamente como o rabino Chaim Richman nos advertiu. Fomos avisados! E o pior é que a onda de más notícias parece não diminuir. A última catástrofe ocorreu ontem, com o desabamento da ciclovia que havia sido construída para ser um legado das Olimpíadas. Ao invés disso, causou a morte de pessoas inocentes, repercutindo na mídia internacional como um exemplo de obras construídas às pressas e que colocam em cheque nossa segurança e capacidade para sediar este evento mundial. E o detalhe curioso é que a ciclovia caiu no mesmo instante em que prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, presenciava a cerimônia do acendimento da tocha olímpica na Grécia. Mera coincidência, ou se trata de mais um aviso da parte de Deus?

O que mais virá pela frente? Desde o ano passado, sonhos, visões e revelações de irmãos em Cristo tem sido publicadas na internet com o fim de nos alertar sobre catástrofes ainda maiores que poderão ocorrer em nosso país.[6] Apesar da cautela exigida em relação a profecias desse tipo, penso que deveríamos considerá-las seriamente, especialmente tendo em vista tudo quanto já ocorreu até agora. Não me parece nada normal o que tem ocorrido no Brasil. 

Sendo assim, o que podemos fazer? A direção que recebi do Senhor está em sua Palavra, no livro do profeta Joel: 

"Agora mesmo diz o Senhor: 
Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; 
e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. 
Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar,
e digam:
Poupa o teu povo, ó Senhor." 
(Joel 2: 12,17)

Tenho a esperança de que este humilde texto possa contribuir para o despertamento espiritual de alguns irmãos em Cristo. Atentemos para esta convocação do Senhor! É tempo de cada um de nós apregoarmos um santo jejum, orando com lágrimas de arrependimento em favor do seu perdão sobre nós e os líderes da nossa nação. Não somente os líderes políticos, mas sobretudo os religiosos, que conhecem a Palavra de Deus e mesmo assim o desobedecem. Creio que a paciência do Pai chegou ao fim, Ele está nos disciplinando. E, de fato, nós merecemos isso!

Portanto, clamemos a Deus com sincera conversão, orando com jejuns e com pranto! Quem sabe o Senhor ainda terá misericórdia de nós, aplacando sua ira e tornando a abençoar nossa nação e, ainda mais importante, a nos fazer uma bênção em Suas mãos. 

Com temor e tremor,

Alan Capriles

Notas:

[1] Apesar de alguns defenderem que o enterro da Bíblia abaixo da pedra inicial de um templo seja uma simples tradição, existe a suspeita de que este ritual tenha origem na maçonaria. Assista ao vídeo do enterro da Bíblia que marcou o início da obra do Templo de Salomão: https://youtu.be/3PiPiB8dQ1A

[2] Existem alguns vídeos com a fala deste rabino. Segue o link do mais antigo, mas cujas legendas passam muito depressa. No segundo link a legenda está mais fácil de ser acompanhada, porém a tradução erra no valor do templo, que não foi 200 mil dólares, mas de 200 milhões de dólares. 
Vídeo 1, mais antigo: https://youtu.be/zj6Y4kcFNKE
Vídeo 2, mais fácil de se ler: https://youtu.be/52In5ykKO28

[3] Assista a este vídeo sobre o Instituto do Templo e perceba porque o Templo de Salomão da IURD acaba se tornando ridículo perante a séria reconstrução do Terceiro Templo com o qual sonham os judeus: https://youtu.be/qojgU4tWkEc

[4] Saiba mais sobre o rabino Chaim Richman:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Chaim_Richman

[5] Um dos vídeos que noticiaram a inauguração do Templo de Salomão da IURD:

[6] Um excelente exemplo de advertência profética:


23 comentários:

HP disse...

Alan,

Ao ter a atenção chamada pelos discípulos à beleza e imponência ao Templo, Jesus disse de maneira enfática: “Não ficará pedra sobre pedra que não seja derrubada.” Mc 13:2

Não apenas o Templo, mas todos os rituais, celebrações, “santidades”, cortejos e hierarquias religiosas, devem ser derrubadas por aquele que segue a Cristo.

Sim, em Cristo não existe mais “Monte” nem “Templo”. (Jo 4:21)
Deus Não habita em templos feitos por mãos de homens (At 17:24)

Em Cristo, Não existe mais “Judeu” nem “Grego”.
Não existe mais “Homem” nem “Mulher”. (Gl 3:28)

Em Cristo, Todos somos Reis e Sacerdotes. (Ap 1:6)

Portanto, quem quiser levantar uma casa, um altar, uma palhoça ou um TEMPLO para Deus estará indo contra o que Cristo ensinou.
Quem quiser criar um lugar para servir a Deus, estará indo contra o que Cristo ensinou.
Quem quiser fazer diferença entre Judeu e Grego, Homem ou Mulher, estará indo contra o que Cristo ensinou.

Tragédias, desde o pecado de Adão acompanha a humanidade. Cardos e abrolhos brotaram na terra.
Tragédias causadas por vírus, por seca, por mortes.
Tragédias causadas pela religiosidade.
Tragédias causadas pelas politicagens e pela impunidade que reina em nosso país.

Essas são noticiadas em Jornais, Revistas, Facebook, TV.

Porém tragédias físicas, mentais, subjetivas não.
Não conseguimos sermos bons esposos, bons filhos, bons amigos, bons irmãos.
Não conseguimos AMAR ao Próximo como a nós mesmos.
Não conseguimos AMAR a Deus sobre todas as coisas.

Essas tragédias não são noticiadas, como as primeiras.

Não, meu amigo, A PACIÊNCIA DO PAI NÃO CHEGOU AO FIM. E a disciplina, Ele colocou desde Adão, com os “Ais” para nos lembrarmos Dele.

Nossa missão como Igreja é anunciarmos ao mundo que “Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados;” 2 Co 5:19

Sim, a nós foi confiado o Ministério da Reconciliação ( 2 Co 5:18).

Apenas isso. Nada além disso.
Somos TODOS caídos e padecemos nos nossos “Ais”. Porém há CRISTO, que nos Reconciliou com o Pai, para enquanto vivermos no meio da desgraça que tornamos este planeta, tenhamos ESPERANÇA.
E tenhamos FÉ que Ele voltará!
E vivamos no AMOR que Ele nos ensinou.

Pois “no AMOR não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor.” 1 João 4:18


Deus te abençoe.
Henrique

Alan Capriles disse...

Olá, Henrique!

Fico feliz que você ainda leia meu blog. Como você deve estar lembrado, também defendo que "Deus não habita em templos feitos por mãos de homens", algo que sempre relembro aos irmãos que congregam comigo. Anos atrás gravei um vídeo ensinando isto e não sei se você assistiu. O título é "A casa de Deus somos nós." Gravei também outro, esclarecendo sobre nosso sacerdócio. O título é "Somos todos sacerdotes em Cristo". Por isso, achei engraçado você mencionar isso em seu comentário, como se eu não soubesse de nada disso, rsrs... Mas valeu para edificar aqueles que não conhecem essas verdades relativas à nova aliança.

Quanto ao mais, não entendi bem seu ponto de vista, pois ao mesmo tempo em que você diz acreditar na disciplina de Deus também afirma que a paciência de Deus não chegou ao fim. Como assim? A meu ver, toda vez que o Senhor disciplina alguém sua paciência chegou ao fim. Vemos isso na Bíblia o tempo todo, inclusive no tempo da nova aliança.

Recentemente fiz um profundo estudo sobre o sermão escatológico de Cristo, em paralelo com o livro de Apocalipse e profecias do Antigo Testamento e das epístolas. Pois bem, o resultado foi impactante na minha vida. Não tenho a menor dúvida de que vivemos no profetizado tempo da apostasia, onde o temor de Deus é cada vez menor e os crentes são mornos, ou seja, misturados com o mundo. Já não oram mais como deveriam, já não buscam mais uma vida piedosa, já não buscam santificação, e muitos daqueles que discursam a favor de boas obras geralmente nada fazem pelo próximo, apenas criticam os demais irmãos.

Tenho chegado à conclusão de que por trás desta ênfase atual no amor de Deus está um plano diabólico para mergulhar as pessoas no pecado, na indolência espiritual, fazendo-as acreditar que a liberdade lhes dá direito à libertinagem. É quase como se fosse proibido lembrar que foi o próprio Senhor Jesus quem disse "TEMEI Aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo".

Os sinais que o próprio Senhor nos deixou a respeito do tempo de sua vinda estão aí para nos alertar, mas poucos estão se preparando em santificação e verdadeiro amor ao próximo (verdadeiro, ou seja, em atitudes, não apenas em palavras). Aliás, a própria sonolência espiritual da igreja é um dos sinais do fim, assim como também o esfriamento do amor.

A meu ver o Brasil está sim enfrentando uma intervenção direta de Deus. Como disse Paulo, de Deus não se zomba, e neste país os que se dizem crentes tem zombado de Deus há bastante tempo. Sim, eu acredito firmemente que a paciência de Deus chegou ao fim e que começamos a ser disciplinados. O que temos visto até agora é apenas o início de uma limpeza que também se dará no meio religioso. Líderes evangélicos e católicos que são hipócritas serão desmascarados e certas regalias que o governo concede à igreja serão retiradas.

Mas isto que estou afirmando recebi por revelação de Deus, não tenho como lhe provar nada. Se me permite, deixo-lhe o conselho que eu mesmo segui, o de buscar em Deus a resposta para o que está ocorrendo.

Portanto, reafirmo a direção do Espírito, que nos conclama ao arrependimento, às lágrimas, jejuns, conversão genuína e orações para que o Senhor poupe o seu povo. Muitos servos de Deus tem recebido esta mesma direção. De uma forma ou de outra, estando o Brasil ou não sob o juízo de Deus, que mal haveria de buscarmos mais a Deus? Acho que se opor a isso é um equívoco muito grande, mas respeito sua opinião, lembrando que cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.

Deus lhe abençoe.

"Agora mesmo diz o Senhor:
Convertei-vos a mim de todo o vosso coração;
e isso com jejuns, e com choro, e com pranto.
Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar,
e digam: Poupa o teu povo, ó Senhor."
(Joel 2: 12,17)

HP disse...

Alan,

O motivo de eu ter citado o templo, foi por causa da ligação que você fez sobre a ira de Deus ter se acendido contra o Brasil por causa da construção do Templo de Salomão pela IURD.
O Templo de Salomão é afronta a Deus tão quanto a construção de qualquer outro templo evangélico aonde o intuito seja chamar de “Casa de Deus”

O motivo de eu ter citado o sacerdócio em Cristo para todo aquele que crê foi por causa do citar um rabino judeu. Ora, a fé judaica não crê em Jesus como Filho de Deus e Emanuel. Porque eu ouviria alguma adversão vinda de uma fé que infelizmente não trata como Deus a Cristo?

A paciência de Deus não chegou ao fim. Aliás, a humanidade não conheceu o final da paciência de Deus ainda. Sim, Adão foi disciplinado, mas teve sua vergonha coberta por peles de um animal. Sim, Ananias e Safira foram disciplinados, mas conheceram na morte carnal o Amor do Deus que para Ele todos vivem.

Meu conhecimento das Escrituras não é profundo, e confesso não me interessar por escatologia. Para mim basta o “Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado.” e aí eu coloco TODAS as preocupações, inclusive o que será e os porquês.

Sei que haverão muitos falsos profetas, seduzindo da maneira que puderem a muitos. Seja com promessas, curas, dinheiro ou até mesmo o medo.
E eu cresci numa denominação que pregava o medo, e conheço bem isso.

Entretanto sei é que o Amor esfriará e esta esfriando dia após dia.
Porém pode não parecer, mas foi o Amor sem barganhas que me moveu a te escrever esses dois comentários.
Não concordo com tua visão e interpretações dos fatos descritos nesta portagem, porém respeitarei o seu espaço.

Orarei por você e pelos teus.
Que Deus te abençoe com a Sua Paz.

Alan Capriles disse...

Querido irmão Henrique,

Não penso que o templo sede da IURD possa se comparar com outras edificações cristãs. Não conheço nenhum outro templo que tenha sido construído para ser uma imitação do Templo de Salomão, inclusive com material trazido de Israel. A diferença reside precisamente neste ponto, razão pela qual muitos judeus consideraram ser uma afronta.

Quanto ao rabino em questão, é óbvio que minha citação a respeito do que ele disse não significa que eu creia no judaísmo. Por outro lado, não é porque não sou judeu que desprezarei tudo que um judeu disser. Considero este extremismo um equívoco e já escrevi um post a respeito disso. Muitas pessoas rejeitam tudo que alguém diz apenas porque este não é da mesma religião, ou porque fez algo de errado. Por exemplo, eu não concordo com a teologia da prosperidade, mas não é por isso que desprezarei tudo que pregadores dessa linha disserem. Há coisas boas que podem ser aproveitadas, mas reconheço que nem todos tem discernimento para isso. No caso do rabino, ele é conhecedor do Antigo Testamento e, quer gostemos ou não, o fato é que uma série de desgraças se abateu sobre o nosso país depois do que ele nos alertou. Isto é um fato, mas se você prefere acreditar que é mera coincidência, tudo bem, respeito sua opinião.

Quando digo que a paciência de Deus chegou ao fim é evidente que não me refiro ao grande Dia da Ira, embora estejamos bem próximos deste acontecimento. Refiro-me ao juízo de Deus especificamente sobre o Brasil, onde o Templo de Salomão talvez tenha sido "a gota d'água" para que o Senhor permita todas as mazelas que estamos vendo acontecer. O intento do Senhor, como sempre, é nos conduzir ao arrependimento, a um quebrantamento de coração que nos conduza a termos intimidade com ele, com o fim da nossa salvação. Não se trata de uma ira para o mal, mas para o bem dos que ouvirem sua voz, isto é, reconhecerem seus sinais.

Pretendo em breve divulgar minhas pesquisas no campo da escatologia. Apesar de você não se interessar muito, peço que reconsidere esta posição, pois, como você bem sabe, precisamos atentar para tudo que o Senhor nos ensinou e não somente para o que nos agrade mais. Além do mais, não foi em vão que o Senhor nos deixou tantos sinais proféticos, mas foi por amor, para que o máximo de pessoas pudessem ser salvas neste tempo final, que é o mais perigoso de toda a história humana. Nenhum de nossos antepassados experimentaram um nível de tentação tão grande como o de nossos dias, onde um clique é o bastante para contaminar nosso coração.

Acredito em você, que foi por amor que você deixou seus comentários, mas acredite: também foi por amor que escrevi este post, bem como as respostas que dei a você. Afinal de contas, o verdadeiro amor é o que adverte e não o que massageia o ego.

Sendo assim, agradeço por você expressar sua opinião, a qual respeito. O tempo se encarregará de nos revelar a verdade.

Um forte abraço,
no amor de Jesus.

Anônimo disse...

Boa tarde, meu amigo!

Há quanto tempo não leio teu blog! E até estranhei o que li aqui, querendo checar se realmente isso vem de sua pessoa, por me parecer (há uns anos...) que sua compreensão acerca de Evangelho fosse essa mesma compreensão dissertada pelo Henrique. Aliás, diga-se de passagem, dissertada de maneira impecável e que, por isso mesmo, não carece de qualquer acréscimo.

O que eu diria como acréscimo, seria apenas da minha perplexidade sobre suas convicções baseadas em antigas alianças que Deus fez com Seu povo, você citar (e sugerir!) um guru judeu e, paradoxalmente, acreditar que o tempo dirá que você está com a Verdade.

Ou seja, material suficiente indicando que seu profundo e recente estudo, o levou a vários caminhos, exceto ao Único Caminho.

Que pena...

Lembro-me, com saudade daquele Alan que dizia querer afastar-se da instituição religiosa por encontrar-se em processo de desconstrução/reconstrução de conceitos, a partir de Jesus.

Enganei-me.

Que pena... (De novo)

Regina Farias.

Anônimo disse...

Eu creio que tudo que está acontecendo seria mais como "um despertar" para as pessoas. Lembremos que é no perigo, adversidade , etc.. que as pessoas se lembram mais de Deus!

Anônimo disse...

Pretendo em breve divulgar minhas pesquisas no campo da escatologia.

Estarei aguardando...

Alan Capriles disse...

Regina Farias,
Graça e paz!

Agradeço por seu comentário e compreendo sua surpresa, apesar de suas conclusões a meu respeito terem sido precipitadas e equivocadas. Sendo assim, necessito comentar algumas de suas frases, as quais não condizem com a verdade - nem acerca do que escrevi, muito menos a respeito de minha pessoa.

"convicções baseadas em antigas alianças que Deus fez com Seu povo"
O caráter santo e justo de Deus não mudou e isso nada tem a ver com quaisquer "convicções baseadas em antigas alianças" que Deus tenha feito com seu povo. A indignação de Deus com o pecado continua a mesma e, se assim vocês desejarem, posso deixar uma relação de comprovações neotestamentárias do que estou afirmando aqui. A graça de Deus não o impede de intervir na humanidade, ou de disciplinar pessoas e povos.

"acreditar que o tempo dirá que você está com a Verdade"
Em minha conversa com o Henrique eu não disse esta frase, mas sim que "O tempo se encarregará de nos revelar a verdade." Isso é algo neutro, bem diferente dessa deturpação do que eu disse. Mas não entendo o que há de paradoxal em eu ter me referido ao tempo. Uma vez que minhas palavras decorrem de uma revelação divina pessoal não vejo problema algum em deixar que o tempo se encarregue de revelar a verdade. O tempo é o maior inimigo dos falsos profetas e o maior aliado de um verdadeiro mensageiro do Senhor.

"seu profundo e recente estudo, o levou a vários caminhos, exceto ao Único Caminho"
Se você nada sabe sobre meu "profundo e recente estudo" não considero prudente que tire conclusões daquilo que você desconhece. Ainda não publiquei nada a respeito disso, a não ser um post que nem se trata da divulgação dos meus estudos, os quais, muito me edificaram. O exame de textos bíblicos escatológicos apenas me aproximou ainda mais do Senhor, renovando minha fé e meu compromisso com Cristo e seu evangelho. Você mesma disse que não lê meu blog há muito tempo, mas agora vem querer dizer que estou longe do Caminho... E isto baseada em um texto? O que você sabe sobre meu relacionamento diário com o Senhor? Ou sobre o fruto do Espírito em minha vida? Ou de meus sacrifícios e renúncias por amor de Cristo? Como você pode dizer que estou fora do Caminho? Desculpe a franqueza, irmã, mas isso me parece prepotência. Ou você realmente acha que está em posição de saber o que se passa em meu coração para me julgar desta maneira? Uma coisa é contestar um texto, outra é julgar uma pessoa. Aliás, tenho todo o direito de escrever um texto que não contraria um milímetro da Palavra de Deus. Mas apenas porque você não concorda com ele isso não significa que eu não tenha comunhão com Cristo. O Senhor nunca reprimiu nossa liberdade de expressão, pelo contrário, a estimulou. Como seus seguidores devemos fazer o mesmo, respeitando a liberdade que temos para pensar diferente naquilo que não é essencial.

"dizia querer afastar-se da instituição religiosa"
"Dizia" não, continuo dizendo. Mas o texto que escrevi nada tem a ver com isso. Ou em algum momento eu defendi instituição religiosa? Por favor, me mostre onde está isso, seja neste texto, ou em qualquer outro que eu tenha escrito. Muito pelo contrário, esta é mais uma crítica a um sistema religioso corrompido, que atrai o juízo de Deus sobre nossa nação. Lamento que você não tenha percebido isso...

Lamento também que você não tenha lido meus textos mais recentes. Mas compreendo seu comentário, que decorre da incompreensão de algo que só se discerne espiritualmente, algo que somente o Senhor poderá lhe revelar. Se Deus assim quiser, Ele o revelará a você, ao Henrique e a quem mais desejar. Aqueles a quem Ele mesmo despertar se unirão no mesmo propósito no qual já me encontro. Mas, se isso não ocorrer, ou minha tese é uma loucura, ou não foi a vontade do Senhor que vocês participassem desse propósito. Simples assim, sem estresse. Portanto, relaxem... E me deixem na santa loucura de interceder pela misericórdia de Deus pela nossa nação.

Deus lhes abençoe.

HP disse...

Alan,

Enquanto discutíamos aqui no teu blog, um rapaz de 16 anos enviava um vídeo sobre o mesmo assunto ao Caio Fábio, que deu a resposta ontem ainda.

Para mim, isso sim não é coincidência.

Sei que você tem reservas ao Caio, porém peço encarecidamente que você assista a este vídeo e veja as ponderações, sendo que boa parte delas foram ao encontro com o que eu aqui escrevi para você.

Um abraço.
Que a paz nos dada por Cristo abunde em teu coração.

https://www.facebook.com/caiofabio.vvtv/videos/1144372122280876%2F

Anônimo disse...

ESSE negócio de Templo de Salomão não era ainda do tempo da Lei? Tudo isso já não foi abolido?

Sonia disse...

Pior que a construção desse templo , é se enriquecer às custas do Evangelho! É transformar o Evangelho numa espécie de instituição lucrativa , transformando seus líderes religiosos em milionários! São desinformantes da palavra de Deus e isso eu creio que vai ter um preço . Só de pensar que Jesus não tinha onde encostar sua cabeça, enquanto muitos em nossos dias estão acumulando fortunas...é de doer!!

Alan Capriles disse...

Henrique, não estou conseguindo abrir o link que você me mandou. O Facebook abre, mas nele aparece a mensagem de "Página não encontrada". Talvez porque eu não seja seguidor desta página, ou algo assim. Será que há outro link que você poderia me enviar, talvez no YouTube, com o mesmo vídeo? Desde já lhe agradeço. Abraços!

Alan Capriles disse...

Henrique, retificando, a mensagem que aparece é "Página não disponível"

HP disse...

Coloquei no meu blog tambem.

http://blogdoirlandes.blogspot.com/2016/04/tragedias-atuais-e-tentativa_26.html

HP disse...

Alan,

https://youtu.be/G49RPYNn76w

Deus te abençoe!

Alan Capriles disse...

Obrigado, Henrique! Consegui assistir ao vídeo do Caio e gostei muito de seus conselhos. Mas faltou algo essencial no comentário dele e por isso deixei lá no YouTube o seguinte recado, mas sem muita esperança de que eu seja atendido:

Ótimos conselhos, Caio, mas lamento que não tenha explicado o seu ponto de vista sobre a razão de o Senhor nos ter deixado tantos sinais apocalípticos. Qual teria sido a razão? Por que Jesus nos deixou um sermão escatológico em Mateus 24, Marcos 13, Lucas 21? Obviamente não foi para que ficássemos paranoicos, mas foi por algum bom motivo. E qual seria, Caio? Por favor, nos esclareça melhor, pois não me parece correto que desprezemos estes capítulos que, a meu ver, parecem lhe causar um certo incômodo. Desde já lhe agradeço pela atenção.

HP disse...

Por nada, Alan.

O Caio normalmente não responde a perguntas no Youtube ou Facebook, mas sim no chat no programa ao vivo diário ou por Whatsapp. Eu mandei um vídeo com a tua pergunta, vamos ver se ele responde.

Porém, no meu entendimento o Senhor Jesus deixou alertas para que, em momentos de tribulações, perseguições e aflições, não venhamos a vacilar na fé e na esperança. Devemos continuar firmes nos propósitos que Ele nos ensinou.
Por exemplo, o tempo atual que vivemos, nos mostra claramente que existe uma falta de amor latente. Pessoas buscam apenas o próprio interesse em quase todas as áreas da vida. São mesquinhas e egoístas. Porém, seguindo o que o Senhor Jesus ensina, mesmo vivendo um tempo assim, não devemos deixar de amar, perdoar, buscar o bem. Aliás, devemos procurar amar mais, perdoar mais e querer mais o bem para a humanidade.

Para mim essa é a função dos alertas que o Senhor Jesus nos deixou. Apenas isso.

Deus te abençoe.
Henrique

Alan Capriles disse...

Uma vez mais, obrigado, Henrique!

Eu não sabia como, mas você enviou a pergunta da maneira correta e por isso creio que o Caio irá lhe responder. Também acredito que a resposta dele será na mesma linha da sua opinião, com a qual também concordo. No entanto, existe algo mais e pretendo escrever um texto a respeito desse assunto. Também estou preparando outro texto, esclarecendo melhor algumas coisas que ficaram pendentes no presente artigo.

Um forte abraço, amigo!

Sonia disse...

Pastor Alan

No aguardo da divulgação de sua pesquisa escatológica.

Alan Capriles disse...

Prezada Sonia,
Fico feliz e motivado por seu interesse. Tenho trabalhado na composição de um texto a respeito disso, no qual o meu maior desafio tem sido o conteúdo, que é por demais extenso. Mas tentarei resumir ao máximo.
Espero publicá-lo nos próximos dias.
Deus lhe abençoe!

Anônimo disse...

NÃO ESTOU CONSEGUINDO ENTRAR PELO ´GOOGLE. ESTÁ DIZENDO QUE ESTE BLOG TEM VIRUS PERIGOSO.

Anônimo disse...

Estamos na espera dos seus estudos...

Alan Capriles disse...

Prezada Sonia
(e também ao anônimo do último comentário)

Atendendo aos seus pedidos, revelei um pouco de minhas descobertas escatológicas no próximo artigo, intitulado A RAZÃO PARA OS SINAIS DA VINDA DE CRISTO. Por favor, leia. Em resumo, a razão é para que estejamos ainda mais vigilantes nestes dias, nos quais o risco de nos perdermos é muito maior do que em qualquer outra época vivida pelos cristãos sobre a terra. Infelizmente, muitos não enxergam isso e continuam seguindo pelo caminho largo, apesar de se dizerem cristãos. Minha esperança e oração é que meu texto ajude no despertamento destes irmãos.

Agradeço pelo incentivo. Sem a cobrança de vocês eu teria demorado muito mais para escrever acerca desse assunto.

Deus lhes abençoe cada dia mais!